Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 11, 2009

PM refaz circuito de crime

Publicado em 17.10.2009 Adriana Guarda adrianaguarda@jc.com.br Enviada especial SALGUEIRO – As investigações sobre o sequestro do capitão Marcos Vinícius Barros dos Santos e o roubo do arsenal da PM se estenderam durante todo o dia de ontem. Depois de ajudar a elaborar o retrato falado de um suspeito, pela manhã, o oficial refez, à tarde, parte do circuito dos quartéis assaltados na madrugada de quinta-feira. Na companhia do delegado do Grupo de Operações Especiais (GOE) Cláudio Castro, que está à frente dos trabalhos, o capitão mostrou como foi obrigado pelos bandidos a levar o armamento. Entretanto, o trajeto se limitou ao batalhão de Salgueiro. Marcos Vinícius também ajudou a periciar o carro usado por ele para recolher as armas em Salgueiro, Terra Nova, Parnamirim, Serrita e Verdejante. No veículo, há marcas de barro similares ao material encontrado na estrada que leva até Terra Nova. O Polo Sedan de cor chumbo e placa KJJ-2712 foi deixado pelos bandidos em Belém do São Franci

O Pacto 1 e o Pacto 2

José Maria Nóbrega – cientista político e professor da Faculdade Joaquim Nabuco Em maio de 2007 o governo do estado de Pernambuco lançou seu plano de segurança pública, o Pacto pela Vida. Promessa de campanha e o projeto de maior envergadura de Eduardo Campos. Em seu primeiro ano esse plano não respondeu as expectativas da sociedade, onde a sua principal meta, a redução dos homicídios em 12%, não fora alcançada. Com 6,9% de redução nas taxas de homicídios, após um ano de lançamento do plano (de 2007 para 2008, de janeiro a dezembro, a redução foi ainda menor, 2%). Seu primeiro gestor, o vice-governador João Lyra, foi substituído por Geraldo Júlio (secretário de planejamento) e a formatação do plano de segurança seguiu um novo rumo. O que difere o primeiro ano do pacto (2007-2008) do segundo ano que vem se desenhando (2008-2009)? Em minha lente, houve dois momentos do Pacto pela Vida, um primeiro, o da administração João Lyra, e um segundo, pós-assunção de Geraldo Júlio à frente do pro

Docente participa de programa na TV Nova

O professor José Maria Nóbrega discute os temas da semana no programa Pedro Paulo na TV, que vai ao ar todas as quintas-feiras, às 13h30, com transmissão pela TV Nova (canal 22). Por: Talita Vasques (13/10/09) Com o objetivo de discutir temas que marcaram os acontecimentos da semana em nível local, nacional e internacional, o professor da Faculdade Joaquim Nabuco e cientista político José Maria Nóbrega participa, nesta quinta-feira (15), do programa Pedro Paulo na TV, transmitido pela TV Nova (canal 22). O programa vai ao ar das 13h30 às 15h. José Maria será convidado permanente do programa junto com o cientista político André Régis. O programa é interativo, com participação da platéia e telespectadores. “O programa tem participação dos telespectadores e é bem animado, de cunho mais popular”, afirma o professor. http://www.joaquimnabuco.edu.br/noticia/listar/819

Ainda sobre o Seminário de Caruaru

O 1o Seminário sobre Homicídios do Brasil foi de grande sucesso e o povo de Caruaru está de parabéns pela dedicação e hospitalidade, em especial as organizadoras Ivânia Porto (aluna do mestrado em Gestão Pública pela UFPE e membro do Rotary Clube de Caruaru) e Cirlene Rocha (Diretora da Penitenciária Juiz Plácido de Souza). O seminário foi o "ponta-pé" inicial de uma agenda que se faz necessária para a discussão em torno da dinâmica e das relações causais dos homicídios no Brasil. Contudo, foi a iniciativa da visita por parte do professor Jorge Zaverucha à unidade prisional de Caruaru há alguns meses em que tudo teve início. Zaverucha ficou impressionado com o trabalho executado naquela unidade e afirmou: "é um sopro de esperança"! No dia em que todos os pesquisadores e representantes institucionais visitaram o presídio, Zaverucha, o qual é baterista nas horas vagas, deu uma canja com os presos arrancando aplausos de todos! O que foi um momento de grande alegria

Alimentação um direito inviolável

16 de outubro- Dia Mundial da Alimentação Por Marcio Demari “Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência fora de seu controle.” [Artigo XXV / DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS] Estatísticas da Fome: Há 800 milhões de pessoas desnutridas no mundo,1 bilhão de pessoas passando fome, 30 mil crianças morrem de fome a cada dia, 15 milhões a cada ano, um terço das crianças dos países em desenvolvimento apresentam atraso no crescimento físico e intelectual, 1,3 bilhão de pessoas no mundo não dispõe de água potável, 40% das mulheres dos países em desenvolvimento são anêmicas e encontram-se abaixo do peso. Uma pessoa a cada sete padece fome no mundo. A cada dia 275 mil pessoas começam a passar f