Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 9, 2014

Um regime em frangalhos

Protestos violentos contra Maduro deixam mortos na Venezuela Milhares foram às ruas de Caracas nos últimos dias. Após manifestações, Justiça decretou a prisão de líder da oposição REDAÇÃO ÉPOCA, COM AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS 13/02/2014 13h41 - Atualizado em 13/02/2014 15h47 A vida não está fácil para quem vive na Venezuela . Com uma inflação anual de 56,3%, crescente escassez de alimentos nas prateleiras dos mercados e índices de violência que não param de subir, milhares de venezuelanos foram às ruas de Caracas, nos últimos dias, protestar contra a gestão do presidente Nicolás Maduro. Além deles, partidários do presidente também se reuniram no centro da cidade para defender o político. Com policiais e manifestantes pró e antigoverno, as ruas da capital Caracas ficaram apertadas. Como resultado,  já foram registrados os primeiros mortos e feridos. Segundo o governo da Venezuela, ao menos três pessoas morreram nos protestos, baleadas por manifestantes rivais. Cerca de 20 ficaram

Rachel Sheherazade: ordem ou barbárie

Liberdade de imprensa e opinião. A democracia precisa disso. http://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2014/02/1410284-rachel-sheherazade-ordem-ou-barbarie.shtml 

VIOLÊNCIA JUVENIL

Carnificina juvenil em Campina Grande José Maria Nóbrega Jr. – Professor de Ciência Política da UFCG e Coordenador do NEVU Foto: Prima desmaia ao lado do corpo da vítima, em Santa Rita (Foto: Bayeux em Foco) . Estamos vivendo momentos terríveis em Campina Grande. Acostumando-nos a uma situação que assola todo o Nordeste: a criminalidade violenta crescente. Em meio à ineficácia das instituições coercitivas em manter a ordem e a lei, a sociedade está se acostumando com o caos, mas precisa, urgentemente, pressionar os governos por políticas públicas eficazes que reduzam a violência e, ao mesmo tempo, refletir sobre suas próprias atitudes.  "A idéia dos contratualistas do pacto social foi a de que cada indivíduo abdicasse parte de sua liberdade em prol de um contrato coletivo cuja finalidade maior era a de garantir a todos os pactuantes o direito à vida. Inclusive a Carta de Direitos da Revolução Francesa preconizou o direito à liberdade, à propriedade e à seg