Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 4, 2011

OUTRO LADO: COMBATE AO TRÁFICO

07/09/2011 - 07h00  (Folha On Line) Tráfico não saiu do Complexo do Alemão, diz general MARCO ANTÔNIO MARTINS DO RIO O general Cesar Leme, comandante da Força de Pacificação, conversou com a Folha na segunda-feira à noite. Na conversa disse que o tráfico de drogas não deixou as comunidades do Alemão e da Vila Cruzeiro (zona norte do Rio) e as discussões se acirraram após o anúncio de que a Força fica no morro até junho de 2012 e uma operação que fechou quatro depósitos de gás explorados por traficantes. Folha - O tráfico continua nas favelas do Complexo do Alemão e da Vila Cruzeiro? General Cesar Leme - Sim. Só que de forma itinerante. É o chamado tráfico formiguinha em que eles levam pequenas quantidades de cocaína para determinados pontos e vende seus produtos lá. Precisamos ficar atentos e trabalhar para impedir que isto aconteça. O senhor acha que houve exageros e mau preparo dos militares no conflito de domingo com os moradores do Alemão? É preciso entender que a situação

SEMIDEMOCRACIA: FFAA X SEGURANÇA PÚBLICA

Exército impõe toque de recolher em favela do Complexo do Alemão, denunciam moradores Hanrrikson de Andrade Especial para o UOL Notícias No Rio de Janeiro   Um grupo de moradores do Complexo do Alemão que protestava contra a ação dos militares da Força de Pacificação foi reprimido com violência pelos soldados que estavam de guarda na madrugada desta terça-feira (6), nas proximidades da estação Itararé do teleférico do Alemão. Segundo uma moradora da favela da Grota, o Exército impôs toque de recolher e efetuou disparos de balas de borracha para conter os manifestantes. Há relatos ainda não confirmados de que o fornecimento de energia chegou a ser interrompido no local a pedido do Exército. "Fui visitar uma amiga e tive que dormir na casa dela, não podia nem chegar na janela. Os soldados estão com raiva e os moradores estão voltando a ter o mesmo medo que existia na época que os traficantes estavam aqui", disse ela, que pediu anonimato. O conflito ocorreu no mesmo lugar