Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 17, 2016

A história dos homicídios em Pernambuco

Por José Maria P. da Nóbrega Júnior – Doutor em Ciência Política pela UFPE, Professor Adjunto III da UFCG e Coordenador do Núcleo de Estudos da Violência da UFCG (NEVU). Entre 1990 e 2015, foram assassinadas 95.830 pessoas no Estado de Pernambuco. Em 1990, Pernambuco tinha 7.031.080 habitantes, segundo estimativa do IBGE. Neste ano, foram assassinadas 2746 pessoas. A taxa de homicídios por cem mil habitantes foi de 39 por cem mil. As Nações Unidas consideram como tolerável os 10 homicídios por cem mil habitantes. Quando esse dado supera os 10 por cem mil habitantes, considera-se em situação de endemia homicida, ou de descontrole da criminalidade violenta. Em Pernambuco, em 1990, o Estado já apresentava esta situação com quase quatro vezes superior ao tolerável. Para que Pernambuco se mantivesse no limite do tolerável, o número de homicídios não poderia ultrapassar os 700 óbitos por agressão naquele ano. Em 2015, Pernambuco teve a população estimada em 9.345.173. Ocorreram nes