Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 14, 2013

Violência dispara na Venezuela e pode ser o ponto fraco de Chávez

Valor, 24/04/ 2012. "Chávez recebeu o país com 8.000 mortos ao ano. Hoje, são 20 mil. A Venezuela está melhor hoje do que antes? Eu digo que não." A declaração dada ao  Valor  pelo candidato único da oposição, Henrique Capriles, dá pistas sobre um de seus maiores trunfos na disputa pela Presidência venezuelana. A insegurança será um tema central na sua campanha para evitar que o presidente Hugo Chávez se reeleja para um novo mandato de seis anos, no dia 7 de outubro. Mais do que as criticadas estatizações, o alegado autoritarismo do presidente e a má relação com os Estados Unidos e a Europa, a explosão da violência é hoje o problema que mais preocupa a maioria dos venezuelanos, ao lado do custo de vida, em um país onde a inflação é de dois dígitos. Na era Chávez, a insegurança cresceu a níveis elevadíssimos, o que colocou o país entre os mais violentos do continente americano, em nítido contraste com as melhoras na área social. O índice de venezuelanos em situação