Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 6, 2011

MUDANÇAS DE REGRAS COM O JOGO EM ANDAMENTO

A ELEIÇÃO PROPORCIONAL DE 2010 NÃO É MAIS A MESMA Maurício Costa Romão http://mauricioromao.blog.br/ A decisão da Mesa Diretora da Assembléia Legislativa de Pernambuco, acolhendo parecer da Procuradoria Geral da Casa, de convocar os suplentes dos partidos que geraram as vagas licenciadas, e não os suplentes das coligações de que esses partidos fizeram parte, apenas reflete o resultado da insegurança jurídica que se instalou no país a partir de uma decisão precária do STF, limitada às partes do processo, no chamado “Caso de Rondônia”. Como o entendimento da egrégia corte não teve eficácia vinculante, fica a critério das Mesas Diretoras das Casas Legislativas terem interpretação própria, optando por umas das duas soluções possíveis: convocar os suplentes das coligações ou os dos partidos, cabendo aos suplentes preteridos, num e noutro caso, demandarem ações jurídicas específicas contra as decisões exaradas. O presidente da Assembléia, deputado Guilherme Uchôa, teve que tomar um

HOMICÍDIOS NORDESTE X SUDESTE: O GLOBO

Violência cresce nos estados do Nordeste 06/02 às 23h21 O GLOBO Marcelo Remígio RIO e RECIFE - Noite de 8 de janeiro, Alexandre Diniz do Nascimento, de 31 anos, é morto com cinco tiros no município de Bayeux, região metropolitana de João Pessoa. Ele é mais um na estatística de assassinatos da Paraíba que, assim como o restante do Nordeste, amarga a explosão da violência. A única exceção, no momento, é Pernambuco. Um levantamento feito por pesquisador da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) aponta que, nos últimos dez anos, os estados nordestinos enfrentam um crescimento linear do número de assassinatos, diferentemente do Sudeste, que reduziu os homicídios. (Leia também: Tráfico, desavenças e brigas de território explicam aumento de homicídios no Nordeste ) Somente a Bahia registrou um aumento de 50,72% entre 2006 e 2010, passando de 3.222 mortes anuais para 4.856. A polícia baiana tem ainda uma corporação cujo índice de eficiência está entre os mais baixos do país : a méd

PUBLICAÇÃO EM REVISTA DA UFRJ: DILEMAS

A dinâmica dos homicídios no Nordeste e em Pernambuco José Maria Nóbrega Júnior O objetivo deste artigo é analisar a dinâmica das mortes por homicídio no Nordeste, região mais violenta do país em termos desse tipo de crime. Indicadores de homicídios foram analisados para todos os estados nordestinos, com ênfase em Pernambuco. A análise dos números demonstra um crescimento das mortes violentas e intencionais na região pelo menos desde o início da década de 1990, com maior impacto nos últimos 10 anos, chegando a ultrapassar os números do Sudeste em 2006. Buscou-se tabular esses números por grupos como faixa etária, nível de escolaridade e por regiões de Pernambuco, revelando-se as diferentes dimensões dessa dinâmica. http://revistadilemas.com/page_31.html Palavras-chave: homicídios, dinâmica, Nordeste, Pernambuco, violência.

TAXAS DE HOMICÍDIOS CRESCENTES NA PARAÍBA

Taxa de homicídios em CG está acima da média, afirma pesquisador Da Ascom da UFCG, site do Jornal da Paraíba Um estudo realizado pelo professor José Maria Nóbrega, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), aponta que a taxa de homicídios em Campina Grande está acima da média nacional para cidades do seu mesmo porte populacional. Segundo ele, a média é de 32,3 homicídios por cem mil habitantes, enquanto que na Rainha da Borborema a taxa é de 39,6 mortes. Para o professor e cientista político, esses são números de uma guerra civil não declarada. Ele cita ainda outra agravante nos números registrados na cidade. “Entre as cidades de 350 a 400 mil habitantes, Campina Grande fica atrás apenas de Porto Velho, capital de Rondônia, que apresenta tendência de queda nos últimos anos, enquanto que Campina Grande segue caminho inverso numa escala de crescimento constante da violência homicida, podendo, em curto prazo, ultrapassar Porto Velho e alcançar o primeiro lugar nesse perigoso ran