Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 20, 2009

I Seminário de Gestão da Informação do Estado de Goiás

Estarei participando deste evento no dia 28.09, próxima segunda-feira, em Goiania. Público Alvo: Servidores Públicos do Poder Executivo Estadual. Data: 28/09/2009 Período: Matutino / Vespertino Carga Horária: 8 horas Local de Realização: Auditório da Faculdade de Educação da UFG Pré- requisitos do participante Servidores com formação e/ou atuação em atividades de planejamento nos diferentes setores governamentais. Conteúdo programático 8h - 8h30min Recepção e credenciamento 8h30 - 9h Abertura do evento 9h - 9h15min Apresentação do projeto CDIM - Centro de Documentação, Informação e Memória. Palestrantes - Paulo Borges (SEFAZ) e Fausto Miziara (UFG) 9h15min - 10h15min Palestra: A Gestão de Informação no Contexto de Políticas Públicas Palestrante: Prof. Dr. Ricardo Rodrigues Barbosa - Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) 10h15min - 10h35min Intervalo 10h40min - 12h Palestra: Accountability como instrumento da Res Publica Palestrante: Prof. Ms. José Maria Nóbre

Tribunal é um prêmio a homens fiéis ao governo

MARCO CHIARETTI DA EQUIPE DE ARTICULISTAS FSP, 23-09-09 José Múcio Monteiro Filho é o novo ministro do Tribunal de Contas da União. Foi ministro de Estado e deputado licenciado pelo PTB de Pernambuco. É fidelíssimo ao atual governo (e aos anteriores, também). Sua escolha, confirmada ontem, muda uma escrita recente; três indicados pelo Executivo foram preteridos. Foi líder do governo na Câmara. Ocupou mais recentemente um cargo crucial, encarregado das relações nem sempre fáceis entre o Congresso e o Planalto, e o fez com competência, aos olhos do Executivo. Merece um prêmio. O TCU é um prêmio? É isso? Por que alguém é indicado ao TCU? Ilibada reputação conta? Conhecer contabilidade ajuda? Saber tudo sobre administração pública é essencial? Até é, mas a chave para entender este tipo de processo é outra: ter integrantes "amigos" em organismos como este tribunal é importante para o governo, ainda mais governo em época pré-eleitoral. O atual tribunal foi bastante crítico, por ex

Números e mortos

Publicado em 23.09.2009 Pesquisador e professor da UFPE, José Maria Nóbrega divulga, hoje, às 15h, na Rádio JC/CBN, pesquisa realizada pelo Núcleo de Estudos de Instituições Coercitivas e da Criminalidade (NICC-UFPE) sobre os assassinatos no Nordeste. Os dados, conta José Maria, foram retirados do banco de dados do Subsistema de Informações de Mortalidade, o DATASUS. O recente estudo foi feito com dados colhidos entre os anos 1996 e 2007, período no qual ele constatou que “houve um aumento de 30% de homicídios” na região. “Pernambuco demonstrou tendência de crescimento entre 2004 e 2007, com taxas evoluindo positivamente”, aponta a pesquisa. Em 2004, por exemplo, a taxa foi de 50,7 por 100 mil habitantes. Em 2007, de 53 por 100 mil habitantes. Segundo o pesquisador, os resultados contrariam “os dados fornecidos pela Infopol/SDS-PE, que apontam queda entre 2006 e 2007”. A pesquisa ainda mostra que 2/3 dos homicídios no Nordeste estão concentrados em Alagoas, Bahia e Pernambuco. » CRIM

Pesquisa sobre Os Homicídios no Nordeste em debate na CBN, nesta quarta, dia 23

Nesta quarta-feira, dia 23 de setembro, estarei divulgando os resultados do meu paper sobre Os Homicídios no Nordeste, resultado de minha pesquisa de doutorado. Este trabalho finalizado é o resumo da parte empírica já levantada na pesquisa. A divulgação dessa pesquisa vem contribuir para o debate em torno das causas dos homicídios no Brasil sendo um trabalho inédito para o Nordeste, tendo como foco o estado de Pernambuco. No Programa CBN Total, às 15 h.