Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 15, 2012

SDS faz ginástica numérica para salvar Pacto pela Vida

POSTADO ÀS 14:22 EM 19 DE Janeiro DE 2012 Por Eduardo Machado, no Jornal do Commercio A Secretaria de Defesa Social (SDS) divulgou, nesta quinta-feira (19), os dados consolidados de homicídios registrados em Pernambuco, no ano de 2011. Após a análise de casos que haviam sido registrados como morte a esclarecer e foram posteriormente confirmados como assassinatos, a cifra inicial, divulgada no último dia 3, passou de 3.494 para 3.506 crimes violentos letais intencionais (CVLIs). Com isso, pela primeira vez desde 2007, a violência teria crescido de um ano para outro. A Secretaria de Defesa Social, no entanto, “revisou” os dados de 2009 e 2010 para cima, o que levou a contabilidade da criminalidade a apontar queda mais uma vez. Segundo a assessoria de comunicação da SDS, “a supressão ou adição de mortes registradas deve-se à conclusão dos respectivos inquéritos policiais pela Polícia Civil. Assim, o ano de 2009 teve um aumento de oito casos. Em 2010, foram 13 e em 2011 computou-se mais

RANKING DAS CIDADES MAIS VIOLENTAS POR TAMANHO DA POPULAÇÃO

Pesquisa realizada pelo Professor Dr. José Maria Nóbrega Jr.* O Brasil é um país de porte continental, de regime político democrático e sistema presidencialista federativo. As unidades federativas são os estados e nestes encontram-se outras unidades inseridas que são os municípios. No total de 5564 cidades espalhadas pelas cinco regiões, temos o Sudeste como a região mais populosa, com população de 80.364.410, e a região Sul como a menos populosa, lá a população é de 14.058.094 (CENSO IBGE 2010). Não obstante, a maioria das cidades brasileiras é de pequeno porte, ou seja, de população pequena. A maioria da população brasileira está alocada nesses municípios de pequeno porte[1] , mesmo nas regiões mais populosas. No entanto, boa parte da população encontra-se aglomerada nas regiões metropolitanas dos estados. Sendo assim, escolhi elaborar um ranking de violência homicida nas principais cidades brasileiras em termos de peso populacional. Ou seja, uma análise em cima das cidades de mé