Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 12, 2010

O “petismo” a fase “superior” do lulismo?

Por José Maria Nóbrega – cientista político Os oito anos do governo Lula consolidou o lulismo como a nova forma de governo no Brasil. Ou seja, sem instituições fortes o “grande guia” fez o que quis e bem entendeu. Corrupção generalizada e piadas em torno de “punições” das frágeis instituições eleitorais foram corriqueiras nos últimos tempos. Lula fez campanha explícita de sua candidata a despeito da transparência e do papel das instituições. Agora temos o risco do “petismo”, ou seja, com uma presidenta – a qual não sabemos sua real dimensão de poder – fraca politicamente, quem despontará como ator político de equilíbrio para evitar os devaneios do “petismo”. O lulismo foi caracterizado pelo assistencialismo autoritário, as instituições democráticas não conseguiram controlar o Executivo, no que deveria respeitar o equilíbrio dos poderes montesquianos e os mecanismos de freios e contrapesos do federalismo madisoniano. “Se os homens fossem anjos, não seria necessário governos” afirm