Postagens

Criminalidade homicida na Paraíba 2004/2014

Imagem
Vivendo na Paraíba há seis anos passei a entender melhor a sua geo-política e geografia. Como estudioso da criminalidade, da violência e das instituições políticas coercitivas, produzi vários trabalhos - sozinho e em parceria - sobre a dinâmica da violência no referido estado, analisando sobretudo a capacidade, ou não, do Estado na contenção da violência homicida. Nessa perspectiva, analisarei, numa série histórica de dez anos, os dados de homicídios (mortes por agressão no SIM/DATASUS) em números absolutos de algumas microrregiões importantes da Paraíba. Também é importante destacar que o Governo implementou uma política pública específica na área setorial da Segurança Pública a partir de 2011 com o intuito de arrefecer os indicadores de homicídios no estado. A exposição partirá de uma análise dos dados e numa tentativa de avaliar a policy desenvolvida entre 2011 (quando do implemento desta) e 2014 (final do Governo que implementou a policy). Outrossim, os dados do banco de dados esc…

Venezuela: explosão dos homicídios e sua relação com o governo de Hugo Chavéz

Imagem
A democracia é um regime político que, além do mecanismo de escolha dos governantes, foca na qualidade do estado de direito em sua eficácia (burocracia) e eficiência (sistema legal), sobretudo no que tange as garantias dos direitos fundamentais, dos quais a vida é um deles (O´DONNELL, 2000). Na Venezuela, em dez anos do governo de Hugo Chavéz, a democracia perdeu, além do caráter alternativo no âmbito do poder, a capacidade de promover o estado de direito democrático. Os números absolutos de homicídios aumentaram de 4.550 assassinatos, em 1998, para 13.156 em 2007 (gráfico 1). O impacto percentual foi de 189% de aumento no período. As taxas de homicídios por cem mil habitantes saltaram de 20 para 49/100 mil.
A Venezuela é o único País da América do Sul a ser classificado, entre 2006 e 2015, como Nação Não-Livre (Not Free) pela importante agência de pesquisa Freedom House (FREEDOM HOUSE, 2016).
Gráfico 1. Homicídios em Venezuela – N. Absolutos – 1998/2010



As peças e as engrenagens do crime no Brasil

Imagem
José Maria Pereira da Nóbrega Júnior
A criminalidade tem provocado debates intensos nas redes sociais e nos veículos de mídia. Em Pernambuco, governo e oposição se digladiam em conflitos abertos a respeito da (in)segurança pública do estado, o que tem provocado mais desespero na população. Falta ciência no debate, sobram chutes e pontapés. Contra isso, o cientista social deve focar nas peças e engrenagens do crime para classificá-lo buscando traduzir o seu modus operandi para traçar quais ações devem ser tomadas pela gestão da segurança pública.
Cada evento criminoso tem as suas características próprias. Resultado da observação (conhecimento teórico e empírico) da criminalidade classifiquei alguns tipos de crimes, sua engenharia (peças e engrenagens básicas) e o modo pelo qual o Estado deve agir:
1.Assaltos a ônibus: é frequente este tipo de crime nas regiões metropolitanas do país. Geralmente, são praticados por pequenos marginais, jovens e pobres. Estes buscam lucro imediato e pequeno.…

CRIME ORGANIZADO INTERNACIONAL E PCC

Imagem
PCC recruta membros das Farc na Colômbia para o tráfico de drogas A maior organização criminosa brasileira está recrutando membros de um grupo rebelde colombiano que já foi poderoso em busca de armas pesadas e outras habilidades que ajudem a expandir seu controle sobre o comércio de drogas na América Latina, dizem investigadores e autoridades de ambos os países. Autoridades dos ministérios de Defesa e das Relações Exteriores de ambos os países se reuniram nesta terça-feira em Manaus para compartilhar informações sobre como a organização criminosa brasileira, o Primeiro Comando da Capital, ou PCC, está agindo para contratar guerrilheiros na Colômbia, alguns dos quais optaram por não participar das negociações de paz com o governo colombiano. No ano passado, o governo da Colômbia assinou um pacto de paz com o grupo rebelde marxista, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), e a maioria de seus 6 mil combatentes agora se preparam para entregar suas armas. “O PCC vem ofe…

Democracia e violência

Imagem
Artigo publicado no Jornal do Commercio em 11 de fevereiro de 2017.


Custo da violência no Brasil chega a quase S$ 76 bilhões em 2014

Imagem
O valor despendido no Brasil equivale a 53% do custo total da criminalidade na América Latina e no Caribe



A violência custou US$ 75,894 bilhões ao Brasil em 2014, o equivalente a 3,14% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e riquezas produzidos pelo país) naquele ano. O dado está em pesquisa divulgada hoje (3) pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O gasto com a violência no país ficou acima da média registrada para países do Cone Sul, de 2,47% do PIB.

O valor despendido no Brasil equivale a 53% do custo total da criminalidade na América Latina e no Caribe. Além disso, entre 17 países analisados na região, o custo da violência no Brasil ficou abaixo apenas de Honduras (5,84%), El Salvador (5,46%), Bahamas (4,16%) e Jamaica (3,64%). A maior parte dos valores gastos pelo Brasil vai para a segurança privada.

Conforme o levantamento do BID, as despesas privadas compuseram a maior parcela dos custos do crime em 2014, ficando em 47,9% do total. O percentual ficou acima da …